2006/11/08

Imagina

A homenagem a Tom Jobim. Imagina foi a primeira composição do “maestro soberano”. Só várias décadas mais tarde Chico viria a escrever a letra. Jobim brincava com a letra: em vez de “abre a porta para a noite passar”, cantava “abre as pernas para eu entrar”. Não pude deixar de me recordar desse facto durante o concerto.

1 comentário:

ricardo batista disse...

Momento verdadeiramente sublime e o dueto foi perfeito. No you tube pode ver-se Chico e Jobim a ensaiarem esta música. É fantástico porque estão meio embriagados, o Chico até se engana no ínicio. O Tom, esse era habitual tocar com um whisky auxiliar.