2014/07/02

Após os oitavos de final

Uma das razões por que valorizamos (injustamente) muito mais o ponta de lança que o guarda redes é, sobretudo, gostarmos de ver golos. Lembramo-nos muito mais das grandes jogadas de ataque que das grandes defesas dos guarda redes. Em contrapartida recordamo-nos muito mais dos frangos, dos falhanços dos guarda redes, que das perdidas flagrantes dos avançados. Se gostássemos de ver defesas como gostamos de ver golos, o lugar de guarda redes não seria maldito, tão maldito que nem lá cresce relva, como dizia o cronista. Pois querem saber? Para mim este está a ser o Mundial dos grandes guarda redes.

2014/06/21

Uma seleção das músicas de Chico Buarque

Por estes dias não poderia deixar de me juntar aos que recordam as suas músicas de Chico Buarque favoritas. Seguem-se algumas das minhas (amanhã a escolha poderia ser outra):

  • "Atrás da Porta", com Francis Hime. Sublime.
  • "Cotidiano": genial e sempre atual.
  • Dos anos de chumbo da ditadura, um dos melhores exemplares é "Acorda Amor". O apelo "Chame o ladrão!" é uma ironia tipicamente buarqueana.
  • "Com açúcar e com afeto": poderia ouvir todos os dias até ao fim da minha vida álbum ao vivo com a Maria Bethânia e nunca me cansaria, por mais que vivesse.
  • "Vida", para se ouvir com calma, de uma ponta à outra, sem nenhum outro pretexto.
  • "Vai passar": a nossa pátria mãe tão distraída sem perceber que era subtraída...
  • "Olé olá": Os amigos me perdoem se eu insisto à toa, mas é com estes acordes que começam os meus dois álbuns ao vivo favoritos do Chico, com a Maria Bethânia e em Paris. "A noite é criança, o samba é menino, a dor é tão velha que pode morrer..."
  • "Teresinha" forma, com as já referidas "Atrás da Porta" e "Com Açúcar e Com Afeto", o conjunto das minhas músicas preferidas no feminino de Chico. Numa altura da minha vida em que só conhecia dois álbuns do Chico, ouvi pela primeira vez esta música num álbum da Maria Bethânia. Imediatamente pensei, sem sobre ela saber mais nada: "Esta música só pode ser do Chico."
  • "Bom conselho" que eu vos dou de graça, a ouvir por toda a gente em especial nos dias que correm, e onde uma série de provérbios do senso comum são desconstruídos. Ajam duas vezes antes de pensar!
  • "Cosntrução", uma grande música, uma das mais perfeitas canções em língua portuguesa. Parabéns, grande Chico.

2014/05/21

Felicitaciones, Quino!

40 anos do "cubo mágico"

Nunca fui capaz de o resolver. Também tinha para aí sete anos quando ele chegou a Portugal e virou moda. Havia uma canção "Isto começa a ser trágico" a lamentar a alienação que ele causava ao pessoal. Mas era por um bom motivo: a resolução está longe de ser fácil. Tenho saudades do tempo em que as pessoas se alienavam com estas coisas e não com smartphones e ipads.