2006/10/09

O colectivo decidiu, está decidido – iliteracia económica geral!

Agora, para o colectivo insurgente, tudo o que se afaste da ortodoxia ultraliberal, como elogiar o papel dos sindicatos, ou mesmo o keynesianismo, revela “iliteracia económica”. Compare-se este nível com o do João Miranda, que mesmo se manipula os números (e mesmo se por vezes é críptico) argumenta. Pode ter tiques de educador do povo (que eu pessoalmente acho uma delícia), mas nunca arrumaria uma questão com argumentos de “iliteracia económica”... Assim se vê mais uma vez que quem nasceu para colectivo insurgente nunca chegará a João Miranda.
Quem poderá chegar bem a João Miranda (assim não se deixe estragar pelas práticas do colectivo insurgente) é o dos Santos. Espero que os seus textos no Insurgente, mesmo se (obviamente) ultratendenciosos (não se espera outra coisa), mantenham o nível de sempre.

2 comentários:

André Azevedo Alves disse...

Comprova-se que o FM tem um caso bastante severo de IDS.

Arid Monk disse...

Isto parece ser uma caso de "reflexo nervoso": O FM linka e o AAA comenta...