2009/01/22

O plano de estímulo de Obama deve incluir ciência

O meu guru (científico) David Gross é o co-autor deste artigo no Financial Times onde defende que o plano de estímulo à economia de Barack Obama deve necessariamente incluir um substancial aumento no financiamento público da ciência. À atenção dos governantes (e críticos) americanos... e europeus!
Cheguei a este texto através do Ars Physica, um blogue a que cheguei por acaso (através de uma pesquisa no Google) e que considero o melhor blogue de Física em português (pelo menos). É (muito bem) escrito por vários estudantes de doutoramento brasileiros (um deles no mesmo instituto onde eu me doutorei). Um blogue a seguir.

3 comentários:

Carlos Santos disse...

A respeito do seu post abaixo, mas também deste: a guerra à ciência promovida pela Administração Bush está terminada. Uma parcela muito significativa do pacto de estimulos À economia (falamos em centenas de milhares de milhões de dólares) será destinada à investigação aplicada nos campos da eficiência energética como das energias renováveis.
Desculpe a publicidade, mas pode encontrar essa análise detalhada no livro cuja capa e cujo link para sinopse e ficha editorial estão aqui: http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/01/informao-sobre-o-livro-e-agora-obama.html

CSAntos

Luis disse...

"David Gross é o co-autor deste artigo no Financial Times onde defende que o plano de estímulo à economia de Barack Obama deve necessariamente incluir um substancial aumento no financiamento público da ciência."

Se a conclusão não fosse esta é que eu me espantava ...

Filipe Moura disse...

Carlos, muito obrigado pela indicação.