2008/02/11

Regressa o Dr. House


É uma pena que a esquerda "pós-moderna" seja tao alérgica a personagens como House - ou, na vida real, como José Mourinho. Que demonstram que os fins nem sempre justificam os meios - mas justificam-nos mais vezes do que este provérbio é citado. Que deixaram de acreditar na imperfeiçao e na ausência de máculas - por vezes, para atingir o melhor resultado, há que se sujar. Que fazer compromissos. Infelizmente nao se distingue da generalidade do país, que continua a preferir a mediania cinzenta e bem vestida.

Encontro-me na Cantábria e no País Basco esta semana pelo que, para além de perder o Dr. House, nao posso colocar o til... Impressoes de viagem para breve.

5 comentários:

Luis Rainha disse...

Nem sei bem o que seja isso da "esquerda tradicional". Mas se é o que eu penso, estas redondamente enganado. Lenine, Estaline, Mo, Che, Fidel... a lista de gajos que procuraram o "melhor resultado", sem medo de "se sujar" não tem fim. Infelizmente.

Filipe Moura disse...

Tens razao, Luís. Nao é certamente à esquerda tradicional que me queria referir. É o que dá escrever à pressa. Obrigado.

Rui disse...

Pessoalmente o problema com esse programa sao as constantes, reiteradas e calamitosas calinadas em ciencia medica que sao derramadas no ecran televisivo para envenenar um pouco mais os ja debeis fundamentos de conhecimento cientifico por parte do publico em geral.

Nelson disse...

eh pá, se queres um episódio específico podes-me pedir e eu saco. err... quer dizer, compro! ;)

Filipe Moura disse...

Ai que generoso que tu és, Nelson! Muito obrigado!