2007/07/25

É oficial: hablo español!

Tomei um contacto sério com o espanhol quando vivia nos EUA, por causa das telenovelas. Nao das mexicanas (quem vê o Conan O'Brien e conhece a rubrica "Noches de Passión con Señor O'Brien" sabe do que falo), mas das brasileiras. As mesmas que vemos aqui, e que nos EUA sao transmitidas em sinal aberto nos canais em espanhol, dirigidos aos imigrantes hispânicos. Foi a ver as novelas dobradas - e por vezes o noticiero - que me habituei ao espanhol. E aprendi algumas expressoes em espanhol, que só ouvindo ou lendo várias vezes se aprendem. Apesar de o espanhol ser uma língua muito fácil para um português,o vocabulário nao é idêntico. Por isso, e por eu ser muito "académico" e nao dispor de nenhum diploma comprovativo de que falo espanhol, sempre me recusei a admitir oficialmente (que é como quem diz, incluir no meu CV) que o fazia. (Para o inglês e o francês sempre tenho as notas do secundário, além dos anos de residência nos EUA e França).
Até que passei esta semana em Espanha. Como é óbvio, só a falar espanhol. E duas -espanholas - duas, independentemente, e sem quererem mais nada, perguntaram-me como falava espanhol tao bem. OK, é oficial - tenho a aprovaçao das espanholas (e conheci muitas). A partir de agora, o meu currículo vai incluir uma referência à língua de Cervantes. Só me resta ler o original de El Quijote - já o tenho desde a minha anterior visita a Espanha, em 2005.

3 comentários:

Luis disse...

Olha lá pá mas a viagem não era uma viagem de trabalho?

Luis Rainha disse...

Só falta agora é existir mesmo uma língua chamada "espanhol". Não será antes do Castelhano que queres falar?

:-)

Filipe Moura disse...

Na verdade eu falo "portunhol" ou, se quiseres, "portulhano".