2008/11/03

F1 2008


Não escondo por quem estava: há ano e meio anunciei o meu sonho de infância: "que um dia um piloto que falasse português, se chamasse Filipe, o seu apelido tivesse cinco letras, a primeira das quais “m” e a última “a”, viesse a ser campeão do mundo de Fórmula 1. Ao volante de um Ferrari, como é evidente." Há um ano, após uma jornada inesquecível, escrevi que Massa era "o melhor segundo piloto que a Ferrari teve em mais de dez anos, e merece sem dúvida voar mais alto." E não me enganei. Aliás, se houve algo que este ano se confirmou é que Massa merece ser muito mais do que um segundo piloto. Não conseguiu ser campeão este ano. Não tem problema: ainda é jovem. A sua oportunidade de ser campeão há-de surgir, espero. Assim como espero que a Ferrari o saiba manter.
E Massa perdeu para um grande piloto. O título fica muito bem entregue. Como adepto da Fórmula 1, congratulo-me por termos tido uma época fantástica, excepcionalmente competitiva. De certa forma foi ainda mais disputada que a (já de si disputadíssima) época anterior: até à última curva! Um piloto corta a meta como campeão do mundo, e perde o título nos segundos seguintes, quando já nada podia fazer. Não me lembro de nada assim. Creio que ninguém se lembra.
De parabéns está Lewis Hamilton, o mais jovem campeão da história da Fórmula 1. E o primeiro negro. Sempre achei que havia um paralelismo entre Hamilton e Obama. Eu preferia Massa e acho que preferia Hillary, mas fiquei contente por Hamilton. E ficarei ainda mais por Obama.

1 comentário:

P.Fragoso disse...

E não é que não houve saudades de Schumacher?! Falta de emoção era com ele. Agora sim voltámos aos tempos antigos.
Uma correcção: o campeonato não foi decidido na última curva, foi decidido na Bélgica mas a FIA não quis (http://diariodabarafunda.blogspot.com/2008/09/lewis-hamilton.html).

Mas que a última corrida foi linda, lá isso foi (http://diariodabarafunda.blogspot.com/2008/11/isto-foi-lindo-lindo-lindo-lindo-lindo_03.html).

Apesar de adorar o Brasil e os brasileiros, foi também especial a vitória de Hamilton em Interlagos, na terra dos pretos/mulatos/negros! :)